sexta-feira, 30 de setembro de 2022

Portugueses chumbam pacote de apoio às famílias


Quase 70% dos portugueses das faixas etárias mais velhas estão insatisfeitos com as medidas apresentadas pelo Governo. Dois terços dos inquiridos trocavam apoio monetário por dedução no IRS

A maioria dos portugueses avalia de forma negativa o pacote de apoio às famílias para combater a inflação. De acordo com uma uma sondagem da Aximage para o Diário de Notícias (acesso livre), a medida mais criticada é o adiantamento de meia pensão a ser pago já em outubro, por não ser tido em conta na atualização futura das pensões à taxa da inflação como prevê a lei: 61% chumbam a solução do Governo.

Para dois terços dos portugueses (67%), era preferível uma redução das taxas de IRS em vez do apoio monetário de 125 euros que será pago uma única vez, em outubro, aos trabalhadores que ganham até 2.700 euros brutos por mês e dos 50 euros que serão pagos por filho. Ler mais

Sem comentários:

Enviar um comentário

Proibição de carros novos a gasóleo e gasolina ameaça soberania da UE no setor

  O Tribunal de Contas Europeu alertou que a proibição da venda de automóveis novos a gasolina e a gasóleo a partir de 2035 pode por em ca...