sábado, 30 de julho de 2022

Vendas de telemóveis caíram a pique na China

 Só uma marca conseguiu aumentar as vendas no espaço do último ano.

O mais recente relatório da Counterpoint Research sobre as vendas de telemóveis na China durante o segundo trimestre de 2022 indica que houve uma queda abrupta neste mercado - mais especificamente de 14,2% em relação ao mesmo período do ano passado.

Como nota o site TechCrunch, isto significa que as vendas estão agora 13% abaixo do primeiro trimestre de 2020, altura em que começou a pandemia de Covid-19.

A empresa de análise de mercado aponta como motivos as sucessivas quarentenas resultantes da pandemia, assim como a falta de confiança dos consumidores devido ao atual estado da economia global.

No que diz respeito às fabricantes mais vendidas na China, a Vivo está na dianteira com 19,8% do mercado, verificando todavia uma queda de vendas de 26,5%. A Honor, por outro lado, ascendeu à segunda posição do ‘ranking’ graças a um crescimento de 103,3% em relação ao mesmo período do ano passado, o que ajudou a ex-subsidiária da Huawei a conquistar uma ‘fatia’ de 18,3% do mercado chinês.

Nas três restantes posições do ‘ranking’ encontramos a Oppo com 17,9% do mercado e uma queda de 30% em relação ao segundo trimestre de 2021, seguindo-se a Apple com 15,5% e uma queda de 5,8% e, por fim, a Xiaomi com 14,9% e uma queda de 23,3% nas vendas.

 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Quer ir trabalhar para fora? De onde procurar emprego à documentação necessária, eis tudo o que precisa saber

  São cada vez mais os portugueses que decidem enveredar por carreiras internacionais. A falta de oportunidades, a procura de melhores con...