Diretor: Mário Frota

Coordenador Editorial: José Carlos Fernandes Pereira - Fundado em 30-11-1999 [ Edição III [ Ano XII

terça-feira, 23 de novembro de 2021

INEM com mais pedidos de apoio psicológico, especialmente entre os mais jovens

 

Casos encaminhados até aos 19 anos estão 50% acima do nível de 2019, mas aumento é transversal a todas as faixas etárias. Crises de ansiedade e comportamentos suicidários preocupam os responsáveis

O Centro de Apoio Psicológico e Intervenção em Crise (CAPIC) do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) está a registar em 2021 um aumento dos pedidos de apoio e necessidades de intervenção em situações de crise psicológica em todas as faixas etárias, mas especialmente entre os mais jovens. De acordo com o jornal “Inevitável”, é uma tendência já verificada em 2020, mas que continua a crescer.

Até outubro, o 112 encaminhou para o CAPIC mais de 1240 chamadas relacionadas com situações emergentes de alterações psicológicas e emocionais de jovens. Os valores de 2021 já ultrapassaram os números registados em 2020 - ano em que a atividade do serviço de atendimento psicológico do INEM já tinha atingido um novo máximo. Em 2019, o CAPIC recebeu 993 chamadas relacionadas com jovens.

Apesar do maior aumento ter sido verificado nos jovens (50%), os adultos representam a maioria dos casos atendidos. Nos primeiros dez meses do ano foram atendidos 6574 casos no CAPIC, um aumento de 39% face a 2019.

Sem comentários:

Enviar um comentário