segunda-feira, 30 de novembro de 2020

GNR detém 30 pessoas por eliminações ilegais de resíduos sanitários

A GNR deteve 30 pessoas por eliminações ilegais de resíduos sanitários relacionados com a covid-19 e apreendeu material no valor de 790 mil euros, numa fiscalização realizada a mais de duas mil empresas, hospitais e centros de saúde.

 Segundo um comunicado da Europol (Serviço Europeu de Polícia), hoje divulgado, a ação da GNR integrou-se na vasta operação Retrovírus de combate à eliminação e transporte ilegais de resíduos sanitários, que envolveu 30 países e na qual foram realizadas cerca de 280 mil inspeções a várias instalações e detidas 102 pessoas.

A Guarda Nacional Republicana (GNR) fiscalizou mais de 2.000 empresas, hospitais e centros de saúde, tendo detido 30 pessoas, apreendido material no valor de 790 mil euros e aplicado coimas por violações administrativas.

A unidade ambiental da Guarda Civil Espanhola, SEPRONA investigou as atividades de uma empresa que opera em Barcelona, Madrid, Murcia, Valência, Tarragona e Zaragosa e que tinha ligações com outra organização que operava em Lisboa. Ler mais

Sem comentários:

Enviar um comentário

Isto é o Povo a Falar 23-2-2024

  T4 - Direitos do Consumidor com Mário Frota #15 Ver mais